Uma máquina fotográfica abre um mar de possibilidades para qualquer pessoa: registra aqueles momentos especiais, documenta acontecimentos históricos, guarda as viagens, apresenta negócios e, também, pode ser uma excelente fonte de renda. Porém, sempre vem aquela pergunta “como ganhar dinheiro com fotografia”?

Atualmente, está mais acessível adquirir equipamentos fotográficos, o que leva muitas pessoas a desenvolverem o gosto pela foto. Assim, o número de fotógrafos espalhados pelas ruas vem crescendo e parte deles acaba transformando o hobby em profissão. Mas atuar nesse setor exige muito mais do que uma máquina digital.

É claro que um equipamento profissional é de grande importância para o desenvolvimento do fotógrafo. Mas é preciso ir além: apurar as técnicas de captura de imagem, vender o serviço e gerir a carreira como se fosse um negócio.

Dessa forma, é necessária bastante dedicação com o trabalho, principalmente porque muitos fotógrafos atuam de maneira autônoma, o que dá mais flexibilidade para desenvolver o ofício. Mas, por outro lado, exige muita disciplina e pensamento empreendedor para conquistar clientes, superar a concorrência e se consolidar em um mercado que pode ser bastante competitivo.

Quer descobrir como ganhar dinheiro com fotografia? Então não deixe de acompanhar esse passo a passo que preparamos.

Especialize–se

A sua carreira como fotógrafo pode até ter nascido de uma paixão ou hobby, mas não será essa vontade que te manterá competitivo no mercado. É preciso investir no seu desenvolvimento como profissional, melhorar as técnicas de fotografia, desenvolver o conhecimento sobre o equipamento, entender o mercado e oferecer um serviço único.

Para isso, é interessante recorrer a cursos — existem formações pagas ou gratuitas, em escolas técnicas e universidades, com treinamentos e tutoriais — e até mesmo se especializar dentro da fotografia. Existem muitos campos de trabalho: cobertura de festas, cinema, registro de produtos, dentre outros.

Além disso, a melhor forma de ganhar nome no mercado e tornar a sua marca reconhecida é oferecendo um serviço inteiramente profissional. Não atrase seus compromissos, entregue o material no prazo combinado, tenha qualidade nas fotos, seja cortês e atencioso com os seus clientes, dentre outras ações.

Não oferecer esse atendimento de qualidade pode prejudicar a sua carreira e colocá–lo como um profissional indesejado no mercado. Portanto, seja ético e esteja preparado para atender às demandas que chegarem.

Crie um modelo de negócio

Como dissemos na introdução desse artigo, a fotografia é um segmento em que muitos profissionais são autônomos, ou seja, trabalham por conta própria. Porém, parte deles cometem um erro que pode colocar em xeque a sua carreira: não ter o pensamento empreendedor e não desenvolver um plano de negócios.

Antes de sair fotografando festas ou produtos é preciso planejar todo o seu trabalho. Um bom modelo de negócios parte de uma visão e missão bem definidos, passando pelo estabelecimento de objetivos e metas a serem alcançados até o desenvolvimento de toda a parte financeira — contas a pagar e a receber, por exemplo.

Com esse entendimento, é possível ter uma visão mais estratégica do seu negócio e trabalhar passo a passo o desenvolvimento da sua carreira — definindo investimentos, trabalhando na divulgação, conquistando clientes e mantendo a sua saúde financeira garantida. Além, é claro, de saber como se posicionar no mercado.

Tenha um plano de marketing

Há algum tempo era comum escutar o seguinte ditado: “a propaganda é a alma do negócio”. Em uma versão mais moderna, essa frase deve mudar e ficar assim: “o marketing é a alma do negócio”. Mais do que se preocupar em divulgar o resultado do seu trabalho, é preciso pensar como empresário.

Um plano de marketing engloba as estratégias essenciais para que o seu negócio possa se tornar rentável. A publicidade e a propaganda também farão parte dele, mas é apenas um item dentre os vários outros que precisam ser trabalhados pelo fotógrafo — inclusive todas as etapas inerentes à venda.

Dessa forma, o planejamento deve começar pelos tipos de serviços oferecidos (fotojornalismo, fotografia de produtos, casamentos, festas etc.), passar pela garantia da qualidade do trabalho, determinar os processos de venda, desenvolver o pós–venda e criar as estratégias de publicidade e marketing digital.

Gere valor para o seu trabalho

Imagine a seguinte cena: é solicitado um orçamento ao fotógrafo para cobrir uma festa de aniversário. Ao ver o preço, o cliente diz que não contratará o serviço porque tem um sobrinho que sabe tirar fotos. Esse cenário pode até parecer cômico, mas é a realidade para os profissionais do setor.

Isso acontece porque existem muitos fotógrafos que não procuram gerar valor para o seu trabalho e acabam cobrando preços bem abaixo da média por uma cobertura fotográfica, o que acaba desvalorizando o mercado como um todo. Esse é um processo que só prejudica o desenvolvimento da profissão.

Gerar valor para o seu trabalho nada mais é do que cobrar um preço justo pelo serviço, o que acaba por valorizar o profissional que se dedica a registrar momentos especiais. Mas, em contrapartida, é preciso oferecer um trabalho que possa fazer valer o recurso investido pelo seu cliente.

Use a internet para divulgação

A tecnologia é sempre uma aliada — e quem trabalha com fotografia sabe bem disso — e, por isso, não se pode deixar a internet de lado. Atualmente, existem diversas ferramentas online que devem ser usadas para divulgar o seu trabalho como fotógrafo e, assim, atrair um número maior de clientes.

Todo profissional que pretenda se destacar no mercado precisa criar o seu portfólio na web. Os iniciantes que não contam com muito recurso para investir nesse processo podem recorrer aos blogs gratuitos. Já aqueles que têm uma capacidade de investimento maior, devem desenvolver um site próprio.

Além disso, explore bastante as redes sociais. Desde as tradicionais e mais abrangentes, como o Facebook, até as mídias de nicho — sendo que algumas delas são inteiramente dedicadas à fotografia, como o Flickr e o Instagram. Capriche nos cliques, crie seus perfis e leve o seu trabalho para o mundo.

Gostou deste artigo sobre como ganhar dinheiro com fotografia? Então não deixe de conferir este audiobook com uma nova forma de ver os negócios e a profissão de fotógrafo!