fotologia

Fotologia Podcast 011 – A Revolução das Câmeras Mirrorless

  • CONVIDADO

15 de janeiro de 2016

Nessa edição: As câmeras mirrorless estão ganhando os profissionais e você um dia ainda vai ter uma. Eduardo Vanassi, Arlindo Namour Filho e Gustavo Vanassi batem um papo esclarecedor sobre essa revolução e ajudam você a conhecer um pouco mais para poder entrar de cabeça nesse mundo novo.

O FOTOLOGIA VEM ATÉ VOCÊ COM APOIO DE:

Indimagem S2

LINKS IMPORTANTES DO EPISÓDIO:

PRÊMIO INDIMAGEM FOTOLOGIA: Tema – Calor

Envie suas fotos para nosso e-mail contato@fotologia.net e concorra a um Fotolivro Premium da Indimagem e um like do Fotologia. =)

ADICIONE NOSSO FEED: 

http://www.fotologia.net/feed/podcast

SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS:

contato@fotologia.net

DURAÇÃO: 77 min

EDITOR: Leonardo Amaro (Aerolitos.com.br)

INFORMAÇÕES:
Assine no seu celular e receba os episódios automaticamente ou aperte o botão PLAY abaixo para ouvir esse programa. Você também pode fazer download do arquivo no formato MP3 clicando em BAIXAR abaixo do player (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como). Mais abaixo também existem opções para assinar em iPhones e Androids.

  • lvcivs

    Ainda não tive tempo de ouvir, mas tava lendo o The Verge hoje e vi uma matéria sobre a fábrica da Fuji, tá bem legal, com várias fotos!

    http://www.theverge.com/2016/1/18/10785038/fujifilm-x-pro-2-lens-factory-manufacturing-photos

    • Fotologia Podcast

      Obrigado pela dica, vamos olhas com carinho!

  • Eu já acompanho a revolução há tempos no TWiP (podcast do Frederick Van Johnson), mas quanto mais eu ouço, mas vontade tenho de trocar todo o meu sistema da Canon para o da Fuji. Principalmente depois que eu tive a Síndrome do Túnel do Carpo depois de ganhar minha filha, que foi um inconveniente difícil, que durou por meses. Na falta de oportunidade, eu comprei uma lente zoom e usei pelos 6 meses em que tive as dores. Agora já voltei a usar as minhas fixas e voltei a trocá-las com a facilidade que eu trocava antes do parto. Mas acho que até o final desse ano, eu vendo tudo que tenho e passo para o sistema mirrorless da Fuji! Chega de sofrimento carregando peso!

    • Fabio Junior Oliveira

      A Canon tem uma DSLR que se não me engano é a menor do mundo, e a Nikon tem a D3300 que é levíssima, eu tenho uma e acho confortabilíssima de trabalhar e tenho tendinite.

      • Tarde demais, hehehe! Troquei tudo Canon por tudo Fuji em março e não me arrependo! Não tive mais dor no pulso ao trabalhar! Foi o melhor negócio para mim pois também me trouxe portabilidade e a possibilidade de carregar uma câmera comigo o tempo todo, e não só quando estou trabalhando!

        • Fabio Junior Oliveira

          Se vc está feliz, que bom, fico feliz, eu jamais trocaria minhas DSLR por mirrorless. Já tive mirrorless, e o sistema de foco é mais lento, a ótica Nikon só a Zeiss derruba, e eu carrego meu equipamento comigo sempre, porque uso a Nikon D3300, que é minúscula, aliás quando comprei ela custei me acostumar com o tamanho porque estava acostumado a cameras grandes, queria comprar um grip a todo custo, mas agora já estou quase acostumado ao equipamento que parece de brinquedo.

  • Pingback: Eh Namour » Fotologia Podcast – A revolução das Mirrorless (portuguese)()

  • zulkben

    ola amigos, conheci agora o programa de vcs e adorei. comecei assistindo esse aqui das mirrorless. eu nunca tive muito oportunidade de conversar com alguem que tenha esse sistema. aqui na minha região eu sou praticamente o precursor desse sistema. hj incentivo todo mundo a trocar pra qualquer uma mirrorless. faço diversos workshops falando sobre esse novo sistema. pra sabe um pouco do meu histórico, eu talvez seja um dos caras que mais ja experimentou cameras diferentes na vida. Meu sistema principal quase sempre foi formado pelas nikons, ja tive todas, da d50 a d4. eu compro, quase todos os lançamentos passo 2 meses e vendo. a única lógico q nunca vendi foi a d4. ja cheguei a ter 7 nikons, toda a linha, sem repetir nenhuma. canon so tive a 7d, a 70d e a 5d iii, (foi as que passei menos tempo em minha vida kkkkk) hj de dslr so tenho a nikon d4 e a d750. assim q nasceu os sistema mirrorless e comecei a comprar elas tb pra testar, comecei pela panasonic gh3, depois g6, depois gh4, mais ja vendi elas que são maravilhosas, ai fui pra fuji xt1 + 55 1.2 e 23 1.4 (tenho atualmente) , e agora to entrando nas sonys, tenho a a7s a a7ii e a a7rii. então sou muito experiente com as mirrorless tb. adorei o podcast com o namuour, ele é doente por fuji kkkk. eu tb sou, mais confesso que no fim das contas a sony ta me conquistando mais. se algum dia vcs quiserem fazer um programa falando das sonys eu to disposto kkkk eu conheço muito das duas. a fuji realmente é quase perfeita, as sonys tb são quase perfeita. toda camera falha em um aspecto, e onde a fuji falhou a sony resolveu, principalmente com a 7rii. mais onde a sony falha a fuji acetar. realmente n tem camera perfeita. mais pra mim tem 3 coisas que ta fazendo eu gosta mais da sony q da fuji, pro meu tipo de trabalho é lógico. um deles é que acho q a xt1 tem um problema no iso 3200 raw. queria ate q vcs fizessem o teste no modelo de vcs pra ver se é igual. em jpg o comportamento é normal mais em raw, ele capta o mesmo tanto de luz do 1600, ou seja, todas as fotos ficam 1 ponto escuras ao fotografar em 3200, por esse motivo eu nunca passo dos 1600. outra coisa q eu fico louco com ela é que quando vc deixa a revisão de imagens ligado, demora mais de 1 segundo pra vc poder fazer outra foto, ou seja, vc tem q apertar o botão ok pra sumir a visulizacao. eu sonho no dia q a fuji tirar isso via firmware. as vezes eu fotografo muito em sequencia mais não no modo bust, e isso me atrasa demais. principalmente quando faço entrada dos formandos em formatura.ai eu tenho q desabilitar o review das fotos, mais perco algo tao maravilhoso que é o fato de ver a foto que acabei de fazer, em menos de 1 s eu sei se o flash disparou ou não e tenho uma ideia geral se a foto ta boa. essa limitação lógico que é so pra quando a gente fotografa bem rápido. e por ultimo o foco dela, que é super preciso mais não tao rápido quando se vai fotografar alguem vindo pra cima de vc correndo a noite. agora pra fotos mais paradas ele é imbativel no quesito cravar. a única camera tirando a sony, que se pode fotografar tranquilamente em 1.2 e acertar os focos. canon e nikon deus me livre. esses 3 problema a sony resolve. com a a7s ficando em -4ev é incrível no escuro, tanto a velocidade quanto a precisão. eu so fotografava a entrada dos formandos com a d4 em modo servo, a a sony foi a única que eu tive coragem pois realizou a tarefa a altura, melhor ainda a 7rii, é incrível tanto o servo dela como o foco simples. é extremamente rápido e crava demais. com a 7rii eu faço melhor que com a nikon d4. a 7rii so tem dois problemas pra mim, um é o buffer, depois de uma sequencia de umas 40 fotos com um intervalo de 1s ela para e fica gravando no cartão por uns 20s. da pra continuar fotografando mais não da pra navegar, nem ampliar as fotos. eu morro com isso. e outro grande problema q a xt1 resolve melhor q ninguém é quando vamos ampliar a foto, na fuji é instantâneo na 7rii demora uns 2 segundos pra ele gerar a visulaizacao. eu preciso de muita velocidade e morro com isso. mais com esses pros e contras pra mim a sony vence. outro problema da fuji é q realmente so o soft próprio dela consegue reproduzir as melhores cores, mais o soft é muito lerdo e muito ruim. hj uso o aperture da apple que acho bem melhor que o LR, mais nenhum dos dois trata bem as cores dela. agora eu digo, se existe algum fotografo que faz so jpg, nunca vi um jpg sair tao bonito da camera, realmente ela é imbativel, principalmente por causa de umas simulações de filme, ja os raw tratados pelo LR e aperture n gosto muito. e com a sono tb n tenho problema. então esse é um pouco da minha contribuição para o tema. e se quiser conversar sobre isso me chama ai. whats 86 988088824 jean. quem quiser ver fotos da fuji e sony vai no meu instagram @zulk

  • douglas santos

    cara falou que só na sony a7rII tem foco por fase. Na verdade, sony a6000, A7, A7R, A7S, A7II, A7RII, A7SII, todas tem foco híbrido (foco por fase + foto por contraste). Inclusive tem mais pontos de phase detection do que as DSLR.

    • Fotologia Podcast

      Obrigado pela dica Douglas. Abraço

  • Daniel Salla

    Olá boa noite, ou bom dia se tiver lendo de dia, rsss
    Quanto a questão de impressão, as fotos respondem da mesma forma que das DSLR? Percebo que as fotos tem mais granulação e mais ruido que as fotos de uma DSLR!!! posso estar errado mas por via das duvidas tirem essa minha duvida!!!

    Abraçoss

    • Fotologia Podcast

      Oi Daniel, respondem do mesmo jeito sim. A maior granulação é uma percepção que pode vir devido ao sensor menor que o full frame, mas nos novos modelos da Sony e Fuji isso já foi resolvido. Abraço

  • Vágner Rondon

    Ok, as mirrorless usam os avanços da tecnologia como um dos pilares do sistema. E tecnologia ainda é Sony, na DxO os melhores sensores são Sony. Como eu já uso A-Mount a muito tempo, usar o sistema da Sony foi natural. Com a vantagem de cobrir todo o espectro, de fullframe a APC.

    • Fotologia Podcast

      Valeu pelo feedback Vagner. Abraço

  • Fabio Junior Oliveira

    A Fuji tem uma ótica “horrível”, quando falaram que os equipamentos de uso hospitalares como microscópios são da fujinon, é relativo, porque Nikon faz grande parte deste mercado. Falaram das lentes do Hubble, mas esqueceram de falar que tiveram que fazer reparos nas lentes dele inúmeras vezes, porque as imagens que chegavam eram uma porcaria, cheias de distorções. O foco da mirrorless é lento, olhar pelo LCD pra um retrato é horrível.

    • Fabio Junior Oliveira

      Só que sim. Por isso que opinião cada um tem a sua, e na minha a Nikon e Canon só perdem pra Zeiss. E as mirrorless ainda estão há um século de se tornarem parias para as DSLRs da Canon e Nikon.

      • Fotologia Podcast

        Querido padawan, suas insanas afirmações sugerem indícios leves de demência e fazem parecer que sua consciência não tem a menor ideia do que está falando. Tal demonstração de divagações levianas (qual lamentos desesperados de um ludista acoado, em dificuldades para assimilar a real dimensão da evolução exponencial do novo mundo que o cerca) traz pesar aos nossos corações. Como você disse, opinião cada um tem a sua, mas contra fatos não há argumentos, então sugerimos que você busque instrução e iluminação nos gráficos MTF, depois destile pranto em regozijo ao ler sobre o desempenho de uma objetiva Fujinon de respeito: http://www.kenrockwell.com/fuji/x-mount-lenses/90mm-f2.htm) 😉
        Mas não nos leve tão a sério, gostamos de zoeira, hahahaha.
        Brincadeiras à parte, agradecemos seu contato e sua opinião.
        Sempre reforçamos que usamos todo tipo de equipamento e que temos eles apenas como ferramentas, não como paixões. Em nosso uso encontramos pros e contras em todos, então cada um que busque o que acha melhor pra si e use com competência e alegria.
        O único fato que queremos reforçar com esse programa é que as mirrorless chegaram com força, são uma opção excelente e que estamos fazendo trabalhos lindos com elas, muitas vezes melhores que com nossas DSLRs.
        O futuro chegou e nós vamos abraçá-lo, pois quem insiste em combatê-lo, sempre é transformado em passado. E aí? Você lidera a mudança? Ou é liderado por ela? Abração.

        • Fabio Junior Oliveira

          Bem pra te dizer se tenho ou não consciência do que falo, vc deveria depois procurar saber onde eu me formei, quem sou eu. Vou passar rapidinho, da formação de fotógrafo na Nikon school of Photography de NY City para o curso de FÍSICA da UNIFEI, ok? Atualmente leciono física em 3 escolas de ensino médio na cidade de Passos, MG, onde também mantenho meu studio, então se vai querer falar de tecnologia comigo, vai precisar estudar um pouco mais meu caro comediante.
          As mirrorless chegaram? Claro que chegaram, tanto que as líderes do mercado Canon e Nikon lançaram as suas, as da Canon um pouco melhores, as da Nikon deixam muito a desejar, agora dizer que chegaram com força, vai depender de onde. Para os amadores verdade chegaram com força, os amadores não querem mais as compactas simples. Para os fotógrafos profissionais, chegaram com a força de do motor de uma moto Honda 125cc, enquanto as DSLRs têm a força de uma CB 1000. As mirrorless chegaram com tanta força, que nunca vi um único fotógrafo profissional cometendo a burrice de fotografar um casamento com uma. Esta é a força das mirrorless.

          • Fotologia Podcast

            Óóóiiiinnnnn, que fofo! O nosso ludista favorito completou um curso com nome pomposo e tem certeza que aprendeu o estado da arte em fotografia! E ainda nos mandou estudar mais sobre tecnologia pra poder “falar” com ele. Viramos fãs. 🙏
            Desculpe professor, pecamos gravemente em não procurar saber tudo sobre seu currículo… Talvez tenha acontecido pelo fato de isso não fazer a menor diferença nessa discussão, afinal estamos debatendo ideias e não títulos, mas enfim…
            Infelizmente só as credenciais não garantem a absorção do conhecimento, então sugerimos que desenterre um pouco a cabeça do próprio umbigo e olhe para o mundo com mais atenção e zelo, como sugere o método científico tão venerado nas aulas de… física! 😘
            Não fique bravo, ainda te amamos.
            Por isso sugerimos que ouça também o episódio que fizemos sobre a WPPI nos EUA e olhe para as notícias da Photokina que aconteceu na semana passada na Alemanha. As mirrorless estão com tudo, penetrando em vários mercados de fotografia e encantando os profissionais. Pois é, não somos só nós que estamos dizendo, é o mercado fotográfico mundial. Loucura hein? Onde será que isso vai parar? Essa tal de evolução tecnológica é realmente do “balacobaco”…
            Já sobre o fato de vossa sumidade nunca ter visto um profissional cometer a “burrice” de fotografar um casamento com uma mirrorless, isso só demonstra um superlativo desinteresse (ou seria desconhecimento?) em relação à questão. Dá até preguiça de continuar a conversa, pois é nítido que o nobre professor está de zoeira com a gente. Só pode ser piada (mas como somos da zoeira, seguimos). ❤
            É sério mesmo que vossa sapiência alegou isso? Mesmo?? Sério??? Se nunca viu, pelo menos vá pro Google lindão! É praxe se criar um repertório minimamente sólido de embasamento antes de jogar pás de “confete retórico” em searas fora do seu domínio de erudição. 🎵turn down for what🎵
            Mas não nos queira mal, vamos até dar uma dica: tem um podcast aí, um tal de Fotologia, que entrevistou vários profissionais que usam mirrorless pra clicar casamentos. É grátis e dá pra ouvir até no banheiro. Os dois apresentadores, por acaso, também são profissionais e usam mirrorless em seus trabalhos de… casamentos! Ah, eles também cobriram a WPPI nos EUA e agora estão acompanhando a Photokina na Alemanha e os destaques profissionais dessas feiras estão sendo, coincidentemente, as MIRRORLESS!!! Mas caso você não queira ouvir esses chatos (apesar de boa gente, eles são um pouco implicantes), pode dar uma olhada nos trabalhos do Jose Luis Guardia, do Will Chao, do David Weightman, do André Martins, do Arlindo Namour, do Renato dPaula, entre centenas de outros profissionais gabaritados e respeitados que migraram pras mirrorless e contam pra todo mundo as vantagens de usar o sistema em casamentos.
            Ééé professor, o mundo mudou e você não viu. Mas não fique triste, isso já aconteceu com todos nós e vai continuar acontecendo enquanto resistirmos ao novo.
            Deu pra ver que o senhor manja de motos, mas quanto às mirrorless, sugerimos dar mais uma investigada.
            Conte sempre com a gente pra ajudar.
            Abraço fraternal.

          • Fabio Junior Oliveira

            Bom se vcs ainda me amam, problema de vcs, eu achei o programa de vcs ridículo. Não as mirrorless não estão com tudo no meio profissional não, mas usando do palavreado de vcs que é baixo e pobre, vou descer ao nível de vcs “opinião é igual cu, cada um tem o seu” o meu eu sei o que faço com ele, o de vcs façam com ele o que quiserem, eu vim ao “podcast” de vcs indicado por um amigo de BH que acha “legal”, até que se fosse um programa de humor seria mesmo legal, embora as piadas sejam de mal gosto. Mas como programa de fotografia eu acho uma bosta. Ah, e eu sei onde é a Photokina, sei onde é a Alemanha, já estive lá, e está neste país, uma fabricante de lentes capaz de desbancar a Nikon e Canon, a Zeiss. No mais, aliás, não tenho mais, ficar discutindo com vcs me torna mais ridículo que vocês; bem o estilo gaúcho de ser mesmo, debochado e escroto, e não estou falando por xenofobia, estou falando porque residi em Uruguaiana por um ano, antes disso eu tinha uma visão melhor do RS e do povo gaúcho.

          • Fotologia Podcast

            😂😂😂😂
            Beijo pro senhor também. ❤️

          • Jonathan

            Desnecessário discutir com hater….

  • Fabio Junior Oliveira

    Visor escamoteável, a Nikon d5300 tem.

  • Eduardo Vanassi

    Quero mais é que todas as marcas se Fxxxx, continuem brigando, lancem uma câmera por semana e os preços venham a baixoooo…. DEUS SALVE O CAPITALISMO….
    Quem se preocupa com equipamento é fotografo homem… Mulher, no geral, está no mercado (GANHANDO DINHEIRO) com o mesmo equipamento de 4 anos atrás.

    ENQUANTO ISSO OS BARBADOS COLOCAM SEU SANGUE NO BOLSO DOS JAPONESES …

    Oss