Quando decidimos trabalhar por conta própria, em especial com fotografia, certamente já nos demos conta de que essa é uma profissão diferenciada, que exige dedicação, olhar artístico e, pensando agora na parte prática, muitas horas na labuta até conseguir o material perfeito.

Tudo isso acaba afetando, de alguma forma, nossa relação com as pessoas e com a vida. Por isso, conciliar trabalho com vida pessoal deve ser um objetivo a ser perseguido. É preciso, afinal, ter saúde física e emocional para conseguirmos liberar nosso lado artista e dar o melhor de nós mesmos em cada job.

Muitas vezes, trabalhamos à noite, nos fins de semana e feriados. Então, é preciso organizar a agenda e saber dividir nosso tempo para que sobre espaço para o lazer e a família. Neste artigo, vamos contar um pouco mais como é possível aliar a vida profissional à pessoal sem prejuízos para nenhum dos lados. Vamos começar?

Quais são os desafios da profissão?

A profissionalização é o principal deles, ainda mais em uma época em que há concorrência com qualquer pessoa que tenha um smartphone em mãos. E olha que elas estão em todos os lugares: desde os eventos, como festas, casamentos e reuniões, até diante dos fatos jornalísticos. Então, é preciso buscar conhecimento técnico para encontrar seu diferencial. Veja mais desafios.

Foco no trabalho

Outra coisa é separar a vida pessoal do trabalho. Muitos de nós trabalhamos em casa e é aí que mora o perigo. Sentados na frente do computador para fazer a edição de imagens, por exemplo, nos deparamos com as mensagens do grupo da família no WhatsApp, uma postagem nova no feed das redes sociais ou aquele cafezinho servido à mesa da cozinha.

Tudo isso tira o foco do que estamos fazendo — e imagem desfocada só nos serve quando queremos dar um efeito especial ao nosso trabalho, certo?

Estabelecimento de horários

É preciso determinar um horário comercial. Por mais que ele não seja convencional, durante a madrugada, por exemplo. Mas é importante que você estabeleça quais são os seus períodos de trabalho para conseguir ganhar a liberdade que deseja e conseguir produzir muito mais. Fazendo isso, você vai determinar espaços de tempo específicos para executar o seu trabalho de fotografia e — vale lembrar de novo — manter o foco!

Equilíbrio do tempo

Não dá para ficar na corda bamba o tempo todo! Trabalhando em horários não convencionais, você acaba atuando à noite, nos fins de semana e, até mesmo, em feriados. Se tem família, vida pessoal e social, fundamentais para o seu bem-estar, você se depara com um problema para conseguir conciliar trabalho com vida pessoal. É preciso, então, compensar esse tempo perdido em outros momentos dedicados ao seu lazer e a estar com as pessoas de que gosta.

Fluxo de trabalho

Outro desafio é dar conta do fluxo de trabalho, pois o fotógrafo tem muitas tarefas que se acumulam. Não basta saber fotografar: ele é um empresário, que deve prospectar clientescuidar do marketing, se posicionar nas redes sociais, fazer parcerias e criar estratégias de indicações com o cliente. É preciso encaixar essas multitarefas em um fluxo de trabalho eficiente, organizado e com planejamento.

Como conciliar vida pessoal x vida profissional?

O fotógrafo tem que aprender a compensar a família pelos momentos em que não esteve presente, como nos dias em que precisou fotografar um casamento que se prolongou até a madrugada ou um evento empresarial à noite. Também precisa separar um tempo para cuidar da saúde. Afinal, seu corpo é a sua principal ferramenta.

Uma dica é testar os seus limites, reconhecê-los e não ultrapassá-los. Peça ajuda quando sentir que isso vai acontecer! Um bom jeito de começar é traçar metas que possam ser encaixadas em sua rotina. Então, com disciplina e planejamento, fica mais viável conciliar todo o trabalho com um tempo para a família e o descanso.

O que fazer para ter mais tempo?

Há uma série de ações que podem ajudar o fotógrafo a encontrar mais tempo dentro das horas que se propôs a trabalhar. Listamos algumas delas, que consideramos essenciais:

  1. organizar bem os horários e ter disciplina;
  2. evitar a sobrecarga e usar métodos controlados de organização de tarefas;
  3. aplicar o método Kanban, usando quadros com os dias da semana e as tarefas que tem “a fazer”, “fazendo” e “feito”;
  4. manter o foco e evitar as distrações no horário determinado para o trabalho;
  5. usar a tecnologia a seu favor, buscando softwares e aplicativos que ajudam a fazer as coisas mais rapidamente;
  6. investir um tempo em aprender novas ferramentas e usá-las no seu fluxo de trabalho para ajudar a economizar tempo;
  7. acordar mais cedo: acredite! Esse é o horário que mais favorece a produtividade, por mais que você seja daqueles que acham que rendem melhor à noite;
  8. tirar tempo para o lazer e para a sua família, entendendo que essas são situações que devem fazer parte da sua rotina, uma obrigação, mesmo;
  9. entender seus limites e pedir ajuda quando precisar, mesmo que isso signifique terceirizar parte dos serviços.

Mesmo com todas as dicas que demos, pode parecer complicado e, até mesmo, impossível conciliar bem as atividades do fotógrafo com a vida pessoal. Mas a nossa experiência profissional de tantos anos trabalhando com fotografia mostra que não é bem assim. É necessário aprender a separar um tempo para as nossas coisas e para as pessoas que nos cercam.

Você pode até achar que não é disciplinado, mas deixo aqui uma última dica: mesmo isso é possível aprender, pois a disciplina é uma habilidade, não um dom, algo que nasce com as pessoas.

Dá para conciliar trabalho com vida pessoal se você puder organizar o seu fluxo, sempre buscando otimizar o seu desempenho e usando as dicas que passamos neste artigo. Temos certeza de que, com elas, você vai conseguir ter sucesso aliando momentos em família com a sua atuação profissional. O bônus de obter uma vida equilibrada é poder compartilhar o seu sucesso com as pessoas ao seu redor.

Se você sentir que precisa de ajuda para conseguir organizar melhor o seu trabalho e viver em paz com o lazer e a família, entre em contato conosco para ajudarmos você a chegar lá!