A vida de fotógrafo não é das mais fáceis. Lidar com diferentes tipos de público exige jogo de cintura e certa expertise do negócio. Para tudo isso dar certo, você precisa ter em mente que tão importante quanto seus equipamentos, conhecimento técnico e domínio artístico é gerir as estratégias de vendas. Tudo isso parece confuso para você? A lógica é simples: entender para atender.

Essas duas palavrinhas são mágicas na hora da negociação. Para atender bem, o fotógrafo tem que entender como funciona o mercado e criar um vínculo comercial com os seus clientes. Para isso, é fundamental possuir uma boa amostra de produtos com os mais diferentes tipos de materiais, qualidade e preço.

Por exemplo: capa de madeira com gravação é legal? A noiva gosta de comprar páginas extras para o álbum de casamento? Será que os noivos escolheram tudo o que comprariam de produtos fotográficos? Que tal álbuns extras com fotos dos convidados? O que você acha dessas sugestões? Antes que você pense na resposta, saiba que não importa! O que você acha só tem relevância depois que você testa!

Quer saber a importância de validar as suas ideias e estratégias diretamente com os clientes, deixando de lado os achismos e testando o que realmente funciona ou não para o seu mercado? Continue a leitura e saiba como!

Como vender mais testando?

Muitas vezes, uma venda extra é perdida porque o fotógrafo acha que os gastos dos noivos com o casamento estão no limite e que eles não vão querer mais produtos. Mas o que o fotógrafo pensa do casal não tem importância: o que vale é o que os contratantes dispõem para gastar.

Já pensou em começar a agir diferente? Teste oferecer mais produtos, sempre focando os argumentos nas soluções que você está entregando. Deixe que os noivos decidam seu limite, não tente julgar o poder aquisitivo deles baseado nas suas crenças.

Quando se julga o orçamento de alguém para comprar algo de modo equivocado, quem sai perdendo são os dois: tanto o cliente quanto o fotógrafo. Pois o cliente também espera que o vendedor mostre o produto que é melhor e mais conveniente para ele. Nunca ache que está indo além. Investigue para saber!

Testar funciona de verdade?

Por mais que você já tenha uma linha de trabalho, é importante se abrir às novas possibilidades. Afinal, ninguém mais do que você sabe como o mercado é dinâmico, altamente competitivo e o quanto é necessário estar preparado para inovar e conquistar um novo target.

Para dar os primeiros passos, você pode se inspirar em quem faz isso com maestria: as startups. Elas são provas de como o experimento funciona na prática.

As empresas emergentes em tecnologia (outro nome para as startups!) tiveram um imenso desenvolvimento nos últimos anos, baseadas, em boa parte, no planejamento feito para o desenvolvimento do modelo de negócios que elas aplicam.

Um dos comportamentos mais praticados nesse modelo de empreendedorismo é testar para poder validar suas ações. Antes de julgar a viabilidade de um produto para a venda, ele é testado para analisar a resposta do público a ele: se os consumidores estão dispostos a pagar pela solução oferecida e se o produto responde de forma coerente às expectativas do mercado.

E isso é um dos segredos do sucesso dessas startapus, que deram origem a marcas milionárias, como Uber, Pinterest e Airbnb, que valem R$ 41, R$ 11 e R$ 10 bilhões, respectivamente.

Portanto, antes de sair dizendo que algo não funciona, faça o favor de testar! Arrisque em novos pacotes, desenvolva produtos, tente fazer uma venda extra. Se você quer ter um trabalho diferenciado, é preciso experimentar algo diferente. É necessário ir para a prática e colocar cada verbo em ação — não apenas ficar estagnado acreditando numa ideia hipotética.

Como entender para atender?

Existem alguns caminhos que você deve percorrer para aumentar o seu faturamento e fidelizar seus clientes. Veja o que você tem que fazer para entender:

Pesquise

No dia a dia, o trabalho do fotógrafo é muito mais transpiração do que inspiração. Seu lado artístico deve ficar para a hora do clique, mas, nos demais momentos, você tem que pensar como empreendedor e administrar seu negócio com consciência total. Isso significa que pesquisar fornecedores, modelos, custos, durabilidade e tudo mais que envolve seu produto final é parte da sua rotina de trabalho.

Saiba que a venda de álbuns pode se tornar bem rentável se você começar a explorar esse nicho, e você só saberá o que funciona quando você começar a pesquisar o que os outros profissionais estão vendendo e o que os clientes estão desejando.

Pergunte

E lembre-se: perguntar aos clientes não é uma ofensa! Muitas vezes, você pode se surpreender com a resposta e entregar um trabalho bem completo. Tente fazer a diagramação de um álbum extra e o ofereça. Se der certo, você tem mais um produto incluso no pacote; se não der certo, agora, você pode falar com razão que algo não funcionou.

Essa postura também confirma a teoria de que, por mais experiência que você tenha ou se é um novato, quem manda é o cliente. Então, chega de achismo e parta para validar os seus projetos e aumentar as vendas de seus serviços simplesmente abordando o cliente com as suas opções.

Exiba

É a dica mais velha e manjada do comércio: quem não aparece, não é lembrado. Logo, como vender um álbum extra se o cliente nem sabe que é possível? Nesse caso, é relevante ter amostras de diversos tipos de produtos, materiais, gramaturas, preços, estilos e durabilidade.

Aproveite também a popularidade das redes sociais e exiba a diversidade das suas opções para potenciais clientes conhecerem não só o seu trabalho, mas também os seus produtos. Ofereça recompensas digitais com descontos, informações e dicas. Isso vai confirmar sua expertise no ramo e ganhar a confiança dos consumidores.

Entender para atender bem é o princípio base para você dar passos largos em direção ao êxito. Reveja seus conceitos, sua forma de administrar e passe a dar mais atenção para segmentos que antes você achava que não importava. Na fotografia, seu talento é tão importante quanto a opinião do cliente. Ambos são responsáveis por resultados incríveis!

Você já teve alguma experiência interessante com uma venda que nem esperava fazer? Deixe nos comentários sua história e ajude a enriquecer ainda mais essa discussão!