Canon EOS R Mirrorless - Primeiras impressões do Vanassi

Quer saber como é fotografar um casamento com a Canon EOS R Mirrorless?! Nós queremos te mostrar como que ela funciona e quais as primeiras impressões.

O Eduardo usou ela para fotografar um casamento e compartilhou como realmente foi a experiência. Além disso, compartilhou quais as lentes foram escolhidas e os pontos positivos e negativos de cada uma.

Foco

O foco não funciona bem apenas para o vídeo, mas também para foto! Provavelmente é o melhor sistema de foco já colocado em uma câmera Mirrorless. A única coisa complicada foi a parte da escolha do foco. Por exemplo, na 5D tinha um joystick  que selecionava o foco muito fácil.

No caso da EOS R, a seleção é feita pelo click do display. Talvez pela questão da falta de prática com o modelo tenha sido mais complicado. Entretanto, a função do foco “cravar” no rosto é muito bom e funcionou bem em todos os momentos.

É importante deixar claro que os menus são complicados e é preciso experiência para conseguir compreender as funções. Para quem está acostumado com câmeras mais complexas como a 5D MKIII ou MKIV é mais simples de se adaptar, porém para quem usa câmeras básicas como a T6 é mais difícil ter agilidade no primeiro contato.

Velocidade de disparo

Não sei ao certo qual foi a velocidade do disparo, mas foi bastante satisfatório. Em questão de comparação, bem mais rápida do que a 5D MKIII, até mesmo usando o buffer. Informações mais detalhadas podem ser encontradas no canal do Armando Vernalha.

Display

O display retrátil funcionou muito bem para tirar foto de cima e de baixo. Mas a sensação é de um material frágil e que vai quebrar com o uso.

O monitor também não é tão “brilhante” em situações como de dia ensolarado. Os visores da Fuji, aparentemente, lidam melhor com tais situações. Porém a resolução é muito boa parece até mesmo uma foto impressa!

Viewfinder

O melhor já visto em câmeras mirrorless! Algumas vezes, a sensação era a mesma que está usando o de uma DSLR tradicional.

Mas algo que fez falta foi algum botão “liga/desliga” para o viewfinder. No uso em casamentos, fica um pouco complicado essa ferramenta ir no automático do sensor.

Peso

A câmera é um pouco pesada, em comparação com outras mirrorless que são extremamente leves, como as da fuji. Para quem está migrando pela questão do peso, provavelmente é importante considerar bem.

Iso

A questão de ISO é muito relativa. Não vale a pena entrar em detalhes do que deve ser usado ou não. Então, o que realmente vai te mostrar algo relevante é ver os arquivos brutos das câmeras. Logo logo vou compartilhar isso com vocês.

No meu caso, o limite dele de ISO na 5D MKIII era 3200 e na Fuji X-T2, o máximo era ISO 1600. Já na EOS R o ISO é algo de se assustar, para um arquivo muito bom o máximo usado foi ISO 12800! Levando em consideração a nitidez e ruído, o arquivo com ISO 12800 era totalmente utilizável.

Menu de ajuda

A câmera possui muitos menus e ajustes, mas os botões de “Info” não são tão úteis em português. Provavelmente, na próxima atualização de sistema isso deve ser melhorado.

RAW

Os arquivos em raw ficaram na média de 35 a 40mb, mas mesmo assim o equipamento não ficava lento. Quanto ao raw compacto, o tamanho do arquivo é reduzido pela metade. Como não usei a opção compacta do raw, não posso comentar da qualidade.

O único momento em que o disparo ficou um ponto lento foi quando estava sendo utilizado o flash. Talvez seja algo relacionado ao TTL.

Lentes utilizadas

Canon RF 35mm f/1.8 macro

Essa é uma lente sensacional e, provavelmente, teremos mais detalhes sobre ela posteriormente. É válido lembrar que o “encaixe” das mirrorless da Canon são específicos, então é preciso um adaptador para usar as lentes das DSLRs.

O foco da na lente é praticamente instantâneo e muito rápido tanto no foco selecionado quanto na opção para acompanhar o rosto. O anel também é de muita qualidade e pode ser selecionada a função dele. Em praticamente todos as fotos feitas durante o casamento com a abertura em f/1.8 o foco ficou cravado! Isso era algo que não acontecia quando eu usava a 35mm da série L, nem a similar na Fuji.Além disso, essa lente possui um sistema de estabilização de cinco eixos e funciona muito bem! E o macro dela também funciona de forma excelente.

O único ponto negativo é não ter como limitar o anel do foco, daí quando está em macro o anel de foco vai lá na frente e lá atrás em busca do foco, o que torna muito lenta em situações como a balada. Essa lente só não é perfeita porque não pode limitar quando quer usar ou não o macro.

As outra lentes usadas foram das DSLR’s da Canon através do adaptador. O E mount em questão é fabricado pela própria Canon e serve tanto para o encaixe full frame como para o crop.

As outras lentes foram:

50mm f/1.8 STM II

Provavelmente pelo sistema da câmera, mesmo em f/1.8 o desempenho foi incrível. A nitidez teve suas alterações nas bordas, mas ficou perfeita na área central! Quando eu usava em outras câmeras, era de pelo menos meio ponto fechado para conseguir nitidez.

17-40 f/4 L

Com a possibilidade de ISO 12800, essa lente ganhou um novo significado. Apenas com um pequeno leve toque do led, a lente funcionou muito bem e de forma impressionantemente rápida!

Canon 70-300mm f/4-5.6 NANO USM

Essa foi a grande surpresa do casamento! Essa não é uma lente tão barata, mas com o novo sistema estabilizador de imagem se tornou um elemento excepcional e por isso eu a escolhi. O desempenho dela foi muito além do esperado, até mesmo em velocidades baixíssimas e sem tripé. Não sei se isso aconteceu por causa do equipamento novo, mas foi algo sensacional!

Enfim, no casamento foi usado 5 baterias.

Veredicto

O equipamento é sensacional e tem um resultado incrível. Sem dúvidas, o melhor investimento de 2019.

_______________________

Se você curtiu essa discussão e quer aprender mais sobre fotografia, nos acompanhe nas redes sociais e acesse ao fotologia.net, o melhor podcast para fotógrafos com conteúdo inteiramente gratuito para você!

fb.com/fotologiacast

instagram.com/fotologiacast

Twitter.com/fotologiacast

fotologia.net

vídeo sobre o assunto:

//www.fotologia.net" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen>

Assine: iTunes | Android | RSS

Compartilhe isso:

Envie o seu comentário

Comentários (2)

  • André luis

    04 julho 2019 às 15:19

    Essa câmera eos R Canon colocando o adaptador nas lentes que tenho da Dslr 6d, eu perco o foco automático, ou seja funciona normalmente?? Para fotografar?????

    Responder

    • Equipe Fotologia

      10 julho 2019 às 18:22

      André tudo certinho? Na Eos R da Canon com o adaptador você continua tendo o foco automático. Funciona tudo normal, pode procurar no youtube pois tem vários testes com ela e com o adaptador. =D

Últimos Podcasts