EU ODEIO FOTÓGRAFO POBRE!

Obviamente, o título é uma força de expressão. O que eu odeio é a pobreza do fotógrafo, não a pessoa do fotógrafo pobre. A pobreza em questão não é aquela de espírito ou de oportunidades, eu estou falando da pobreza financeira mesmo. Afinal, não existe coisa pior do que o cara estar devendo!

Dever é algo que, antes de tudo, acaba com a criatividade. Ninguém consegue trabalhar com a criatividade plena sem que esteja tranquilo e sossegado. Por isso, eu vou te dar algumas dicas para mudar a sua situação. 

Dicas para não se tornar um fotógrafo pobre

1 – Entenda o conceito de capital de giro e guarde o dinheiro das contas de um mês

Capital de giro é o dinheiro que você tem que ter dentro da empresa para girar o mês. Por exemplo, se a sua empresa gastar R$ 5.000,00 num mês, tenha esse dinheiro guardado na sua conta todo início mensal para que seja usado para o que for necessário. Esse é um dinheiro que precisa estar intocável para o começo de todo mês. 

O giro é o valor para ter todas as contas do mês pagas. Para calcular isso é preciso lançar numa planilha todos os gastos mensais e calcular isso durante um tempo. Eu aconselho que você acompanhe as despesas por uns 3, 6 ou 12 meses para poder calcular o custo médio mensal. Outra sugestão é somar 30% do seu custo médio mensal para ter como liquidez imediata, o dinheiro que você deve ter disponível sempre. Por exemplo, se a sua empresa tem o custo médio mensal de R$ 10.000,00; reserve pelo menos R$11.500,00 como capital de giro. 

Além de tudo isso, eu sugiro que você guarde esse dinheiro no Nubank ou Banco Inter por causa do próximo motivo!

2 – Fuja das taxas

Ganhar dinheiro não é problema, é solução! Portanto é preciso fugir das taxas! Só é possível ter noção delas quando são colocadas numa planilha e calculadas corretamente. Eu sei de um fotógrafo que estava pagando 3x uma mesma taxa porque tinha assinado pelo celular e  computador a mesma coisa.

Você pode ser premium, black ou o que for. Mas você não precisa disso! Eu troquei minhas contas em bancos para as mais básicas possíveis e estou usando cada vez mais o Nu Conta e o Inter. R$ 50,00 ou R$ 90,00 em taxas pode até parecer pouco, mas dá uns R$300,00 por mês e quase R$ 4.000,00 por ano jogado fora!

Além disso tudo, a Nu Conta rende 100% do CDI e tem a garantia de até R$ 250.000,00 pelo FGC. A única coisa complicada pra o Nubank é a questão do saque que, até agora, é preciso pagar uma taxa alta por cada saque em caixas 24h. Mas isso é algo que nem interfere tanto porque você acaba se acostumando a pagar os boletos pelo aplicativo e as contas com o cartão. Para sacar, recomendo associar a Nu Conta ao Banco Inter, que tem taxa 0 pra praticamente tudo, incluindo sacar. A única diferença em ficar só com o Banco Inter é a necessidade de aplicar o dinheiro. 

3 – Monte sua reserva de emergência

Você precisa ter um dinheiro reservado para qualquer porcaria que dê no seu negócio! Supondo que quebre uma lente, estrague um flash ou você tenha um problema de saúde; você precisa ter uma reserva para solucionar isso sem quebrar o negócio! 

Essa reserva pode estar numa aplicação como tesouro direto ou na taxa selic, que pelo menos protegem o seu dinheiro da inflação e pode ser retirado quando precisar. O indicado é que a reserva de emergência tenha pelo o valor 6 meses das suas contas! 

Pense em “quanto você precisa ter guardado se tudo der errado e não conseguir vender durante 6 meses?”. Acredite, não é exagerado ter esse valor. Se acontecer alguma coisa, você vai agradecer por cada centavo guardado.

4 – Crie a reserva de oportunidade

A ideia aqui é guardar mais 6 meses para oportunidades bacanas como cursos, ofertas e o que for um bom negócio para a sua empresa. Essa reserva vai te dar muita tranquilidade para tudo! 

 

Desse modo, a sua meta é ter 13 meses reservados. 1 mês para o capital de giro, 6 meses para a reserva de emergência e mais 6 meses para reserva de oportunidade. Você também pode personalizar as reservas como preferir e guardar até o dinheiro de mais tempo. Entretanto, o importante é que as reservas ela existam!

Eu espero que você também odeie o fotógrafo pobre e comece a monitorar melhor as contas. Se tornar um fotógrafo rico é só uma questão de tempo!

_______________________

Se você curtiu essa discussão e quer aprender mais sobre fotografia, nos acompanhe nas redes sociais e navegue no nosso site. Esse é o melhor podcast para fotógrafos e com conteúdo inteiramente gratuito para você!

Facebook | Instagram | Twitter

vídeo sobre o assunto:

//www.fotologia.net" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen>

Assine: iTunes | Android | RSS

Compartilhe isso:

Envie o seu comentário

Últimos Podcasts