FUNIL DE VENDAS na fotografia - (COM EXEMPLO)

Quer saber o que é e como aplicar funil de vendas na fotografia?! Vamos lá!

Funil de vendas é mapear todos os contatos do cliente com a empresa. Para isso é preciso ter as seguintes informações: como, quando e no que está pensando o cliente ao entrar em contato com a empresa. É importante lembrar que entrar em contato não é o momento que se pede um orçamento, mas sim qualquer momento ao ver a marca, as fotos ou qualquer coisa relacionada a empresa (seja lá google, instagram ou qualquer rede).

Entender essa jornada não é perder tempo. Afinal, quando se compreende como os clientes chegam, também é possível saber as falhas que fazem os clientes escolherem em outros profissionais. Desse modo é possível corrigir as falhas e aperfeiçoar o que for preciso para melhorar o contato com os clientes!

Como o funil de vendas na fotografia funciona?

1 – Atração

É a parte de descoberta, quando o cliente descobre a existência do trabalho do profissional. Nessa parte muitas pessoas são atingidas por simplesmente gostarem do trabalho, mas não necessariamente estão na hora querendo adquirir o produto.

2 – Interesse

Algumas pessoas não desceram no funil porque não estavam interessadas em contratar no momento. Nessa fase, o cliente já sabe da existência do trabalho e está interessado, como o próprio nome já diz. Então, a responsabilidade do fotógrafo é mostrar o seu trabalho e o que faz.

3 – Desejo

Essa é a hora quando o cliente já quer e deseja o produto. É a hora certa para o fotógrafo falar sobre a sua fotografia, o que tem de diferencial, contar a história e todos os detalhes para que o cliente queira comprar o serviço fotográfico. Aliás, é importante lembrar que o cliente está interessado no serviço fotográfico, mas não necessariamente em algum específico.

4 – Ação

Enfim, essa é a hora da decisão! Esse é o momento de fechar o contrato, após a reunião e tudo ter  sido explicado até ficar claro para o cliente.

* Pós-venda

Essa é a parte em que o fotógrafo amarra todas as pontas e se certifica que todo o ensaio ou casamento deu certo.

Então, vamos para a prática!

Vamos supor que a Clarinha (a persona do fotógrafo X) é de Fortaleza e está procurando vestido de noiva. Então, o fotógrafo X conseguiu ranquear bem um post sobre vestido de noiva que chegou até a Clarinha. Mas ela olhou rápido, achou legal e foi embora porque não estava com muito interesse no momento. Semanas depois, a Clarinha já tinha fechado data, local e vestido e estava na busca de um fotógrafo. Dessa vez, o fotógrafo X acertou bem no anúncio do Instagram e colocou exatamente o público-alvo em que a noiva se encontrava. Através do anúncio foi possível que Clarinha encontrasse o site e gostasse do trabalho do fotógrafo X!

Entretanto, a noiva está na dúvida entre o fotógrafo X e o Y. Por isso ela enviou um e-mail para os dois fotógrafos solicitando orçamento. Como o fotógrafo X é esperto, estudou tudo sobre montar bem um orçamento e conseguiu marcar uma reunião! Desse modo, Clarinha se sentiu confortável com tudo e fechou o contrato!

Muita gente que o funil de venda começa quando o orçamento é pedido e tenta fazer muita coisa de uma vez, mas todo o processo tem uma longa história! Entregar conteúdo legal faz com que o vínculo com o cliente se fortaleça e esse é apenas o começo do funil de vendas para fotografia!

_______________________

Se você curtiu essa discussão e quer aprender mais sobre fotografia, nos acompanhe nas redes sociais e acesse ao fotologia.net, o melhor podcast para fotógrafos com conteúdo inteiramente gratuito para você!

fb.com/fotologiacast

instagram.com/fotologiacast

Twitter.com/fotologiacast

fotologia.net

vídeo sobre o assunto:

//www.fotologia.net" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen>

Assine: iTunes | Android | RSS

Compartilhe isso:

Envie o seu comentário

Últimos Podcasts