Estamos vivendo um novo momento na publicidade, no marketing e na divulgação. Por isso é importante entender o marketing digital! Se tem dúvidas quanto ao assunto, vamos juntos compreender tudo isso para você poder escolher onde investir. 😀

Publicidade Clássica

Anos atrás, quando um profissional buscava uma agência para divulgar o seu trabalho era proposto fazer panfletos, outdoor, anúncio em jornal ou no rádio. Os antigos meios de publicidade não dão mais um bom resultado como era antes. Então, é normal ter dúvida sobre qual método investir o dinheiro, sem falar que todo mundo está falando em marketing digital.

A publicidade antiga era feita por meio de interrupção. Normalmente, alguém estava lendo uma revista sobre um tema que gosta e ao virar a página dava de encontro com uma propaganda. Esse sistema é o mesmo da TV e do rádio, que nos intervalos dos programas têm uma bateria de anúncios. Esse é um tipo de marketing que as novas gerações não aceitam bem, veja o uso do Netflix. As pessoas buscam não serem interrompidas, elas querem ver uma maratona de séries sem ter pausa e até mesmo o Youtube já disponibiliza a conta sem anúncios. Provavelmente, nem você gosta de interrupção! Talvez também sempre clique em “pular anúncio” no Youtube e nem leia aqueles banners enormes que aparecem em sites e já corra para apertar no “X”.

Então, o que fazer para impactar as pessoas? Como mostrar a mensagem? Como fazer mais vendas?

São inúmeras dúvidas e problemas quanto a esse assunto, mas para resolver isso foi criado o marketing digital. A internet é um jeito diferente de se relacionar e, para isso, as grandes empresas da área começaram a coletar dados dos usuários.

Facebook, Google e diversas outras empresas começaram a rastrear os usuários. Informações como: com quem eles se relacionam, por onde eles andam, o que eles enviam no e-mail e o que falam próximo do celular começaram a ser guardadas. Todas essas informações são transformadas em dados e acumulados por um longo período. Então, você não precisa dizer o que está fazendo para essas redes saberem.  Nos termos de aceite de cada uma já há requisitos quanto a isso. Por exemplo, o Facebook é autorizado a saber por onde você anda e muito mais outras informações. Isso não quer dizer que tem alguém olhando suas fotos e informações, mas que existem computadores analisando.

Aproveite a big data!

O acúmulo de dados foi tão grande que, de início, a rede de computadores demorou um pouco até conseguir processar o volume gigantesco de dados de cada usuário. Mas identificar o comportamento das pessoas já é uma realidade e é disso que é feito o marketing digital. Todo esse processamento é chamado de “big data”. Esses dados processados foram vendidos a grandes empresas de publicidade. Como resultado, começaram a rastrear o usuário e vender soluções para quem quer anunciar para esse usuário.

Você deve estar pensando que todo esse sistema é formado de pessoas ruins que roubam os seus dados, processam e ainda vendem! Então, quem pode fazer uso desse sistema é nós mesmos! Você, fotógrafo, pode ter acesso a isso para conseguir que seu conteúdo chegue até clientes que querem consumir de verdade. Você tem acesso a isso no Facebook através do gerador de anúncios, no Google por meio de ferramentas como o Google Analytics e Adsense ou até mesmo no Instagram pelo Instagram Analytics.

Seja relevante e trabalhe com Marketing Digital

O Facebook não é só um grande vilão, mas torna possível você ter acesso a quem gosta do seu conteúdo. Não é mais necessário interromper, mas é possível se tornar alguém interessante por ter um conteúdo relevante e consequentemente as pessoas vão te dar atenção. Inclusive, depois é possível fazer uma oferta para apenas quem tiver interesse.

Fotógrafo, acima de tudo, saiba bem aproveitar o melhor de cada uma dessas redes! Faça o marketing que realmente atrai clientes para você!

_______________________

Se você curtiu essa discussão e quer aprender mais sobre fotografia, nos acompanhe nas redes sociais e acesse ao fotologia.net, o melhor podcast para fotógrafos com conteúdo inteiramente gratuito para você!

fb.com/fotologiacast

instagram.com/fotologiacast
Twitter.com/fotologiacast
fotologia.net

vídeo sobre o assunto: